Ir para o conteúdo

FOSS Energy Efficiency Project (FEEP)

Como é que consegue medir o consumo de energia do 'software'? E como é que isso faz a diferença? Estamos a trabalhar para tornar o 'software' livre mais sustentável.

Blauer Engel For FOSS (BE4FOSS)

Os emblemas ecológicos dos produtos já são usados de forma abrangente. Mas como é que os mesmos podem ser transferidos para o 'software'? Precisamos de mais pioneiros para descobrir como podemos tornar o 'software' sustentável.

KDE Eco - Criar 'Software' Livre Eficiente a Nível Energético

O KDE dá suporte aos programas FEEP e BE4FOSS para ajudar as comunidades livres e de código-aberto a produzir aplicações mais amigáveis a nível ambiental. Os projectos fornecem directrizes às comunidades, bem como o suporte para optimizar as aplicações para serem mais eficientes a nível energético e a terem um tempo de vida mais prolongado.

Vamos tornar o 'software' eficiente a nível energético e a sustentabilidade digital uma parte da nossa comunidade, para que possamos viver segundo as nossas responsabilidades por isto e para as gerações futuras!

Emblema da Blue Angel Ganho pelo Okular

Emblema da Blue Angel Ganho pelo Okular

Em 2022, o conhecido leitor de PDF's e visualizador de documentos universal e multi-plataformas do KDE Okular tornou-se o primeiro programa de computador com certificação ecológica!   Ler Mais

Envolver-se

Junte-se a nós para um movimento de desenvolvimento de 'software' sustentável!

FOSS Energy Efficiency Project (FEEP)

Imagem do globo com o rato do computador
Imagem do globo com o rato do computador

A FEEP está a desenvolver ferramentas para melhor a eficiência energética no desenvolvimento de ‘software’ livre e de código aberto. O desenho e a implementação do ‘software’ tem um impacto significativo no consumo de energia dos sistemas onde está instalado. Com as ferramentas correctas, é possível quantificar e descodificar o consumo de energia. Este aumento de eficiência contribui para uma utilização mais sustentável da energia como um dos recursos partilhados no nosso planeta.

Blauer Engel For FOSS (BE4FOSS)

Em 2020, a Umweltbundesamt (‘Agência Ambiental Alemã’) lançou os critérios para a obtenção de certificações ecológicas com o emblema Blauer Engel para o ‘software’ de computadores. As categorias de certificação incluem a eficiência energética, a extensão do tempo de vida potencial do ‘hardware’ e a autonomia do utilizador … as quais se encaixam perfeitamente no ‘software’ livre e de código-aberto.

O projecto BE4FOSS avança com a certificação ecológica de aplicações eficientes em recursos na comunidade FOSS. A obtenção do emblema Blauer Engel ocorre em 3 passos: (1) MEDIR, (2) ANALISAR e (3) CERTIFICAR.

  1. MEDIR em laboratórios dedicados, como no KDAB Berlim
  2. ANALISAR com ferramentas estatísticas como o OSCAR (Open source Software Consumption Analysis in R)
  3. CERTIFICAR através da submissão do relatório de cumprimento dos critérios da Blauer Engel

Os benefícios de obter este emblema incluem:

  • Reconhecimento no alcance de padrões elevados no desenho de ‘software’ amigo do ambiente
  • Diferenciação do ‘software’ livre face às alternativas
  • Aumento do apelo à adopção pelos consumidores
  • Promoção da transparência na pegada ecológica das aplicações

Imagem do emblema da Blauer Engel

Como poderá ajudar

  • Siga os 3-passos de certificação da Blauer Engel: (1) Medir, (2) Analisar, (3) Certificar
  • Elimine os erros com a etiqueta 'efficiency' (eficiência)
  • Configure um laboratório de medição para a sua comunidade
  • Desenvolva ferramentas de automação das medições de consumo de energia
  • Assista com análises estatísticas e as ferramentas relacionadas (p.ex., OSCAR)
Imagem de uma pasta do computador com o globo

Financiamento

The BE4FOSS Project was funded by the Federal Environment Agency and the Federal Ministry for the Environment, Nature Conservation, Nuclear Safety and Consumer Protection (BMUV). The funds are made available by resolution of the German Bundestag.

O publicador é responsável pelo conteúdo desta publicação.

Imagem da BMUV/UBA

Imagem da BMUV/UBA